3 lições para a carreira dadas por atletas olímpicos

Esportes de alto rendimento e superação são palavras que andam lado a lado na história. Inúmeros são os casos de atletas que atingem feitos históricos e se tornam ótimos exemplos de superação para a sociedade, tanto é que suas trajetórias se tornam lições para todos nós. Inclusive, na vida profissional. Já parou pra pensar nisso?

Nós já! E, por isso, listamos alguns desses aprendizados dados por atletas olímpicos para você aplicar na sua carreira. Vamos lá?

A combinação entre foco e equilíbrio de Michael Phelps

O maior nadador da história olímpica e um dos maiores atletas é um exemplo quando o assunto é competitividade, foco e projeção do que pretende atingir. Antes dos jogos de Pequim, em 2008, o atleta norte-americano declarou que sua meta era conquistar oito medalhas de ouro naqueles jogos olímpicos, já que o recorde era de sete.

Tal atitude mostra como Phelps sabia desde o início do ciclo olímpico o que precisaria fazer em Pequim para ser o novo recordista. Então, pode planejar com clareza quais seriam os passos para atingir o objetivo.

Outra característica importante que notamos no atleta é o equilíbrio emocional. Em algumas provas das Olimpíadas, ficava claro que Phelps não tem o controle absoluto de seus adversários. Mas o equilíbrio emocional do norte-americano o fez tomar a decisão correta de se manter dentro do plano de cada prova, mesmo quando a situação parecia difícil de ser recuperada. 

O envolvimento colaborativo de Bernardinho

No Brasil, é comum vermos treinadores sendo trocados constantemente quando os resultados não saem como o esperado. Isso acontece em todas as modalidades: basquete, futebol, natação ou ginástica. O treinador sempre sai como culpado nas derrotas. No entanto, Bernardinho é um dos raríssimos casos que não caiu neste senso comum.

O treinador da Seleção Masculina de Vôlei é uma das referências mundiais de técnico e de liderança. Escreveu, inclusive, livros sobre estes assuntos. Bernardinho costuma dizer que o segredo de equipes campeãs é unir as pessoas em torno de uma causa, e que isso leva a resultados impressionantes.

Quando ele fala em causa, é a procura do propósito, aquele motivo especial que fará com que você e seus funcionários se dediquem ao máximo para atingir o objetivo. Mas, para isso, é necessário que você escolha os profissionais certos. Nem sempre o mais talentoso é aquele que trará os melhores resultados. Ter a pessoa certa, que está dentro do estilo da equipe e inserida na cultura da empresa, fará a diferença.

Na seleção comandada pelo treinador, notamos características como:Watch Full Movie Online Streaming Online and Download

  • Liderança;
  • Trabalho em equipe;
  • Foco nos objetivos;
  • Perfeição pela repetição.

A determinação de Marta

Eleita por cinco vezes consecutivas a melhor jogadora do mundo, Marta é o principal nome do futebol feminino brasileiro e carrega com muita garra e determinação a camisa verde e amarela pelos gramados. A atleta possui duas características essenciais para qualquer profissional de sucesso: persistência e determinação.

Maior artilheira da história e única mulher a ter os pés nas Calçada da Fama no Maracanã, Marta faz história em um esporte com pouco reconhecimento e considerado amador para as mulheres. Sem esquecer sua origem humilde, a camisa 10, natural de Alagoas, precisou de muita força de vontade para superar a infância pobre e o preconceito contra o futebol feminino — inclusive da própria família.

A melhor jogadora do mundo poderia ter desistido de seu sonho diversas vezes, mas resolveu lutar contra a maré. E, hoje, colhe os frutos de sua perseverança e por ter acreditado em seu talento. É jogadora da seleção brasileira e uma das maiores atletas olímpicas da história. 

E aí? Gostou desse post? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos para que eles também possam conferir estas incríveis lições desses três exemplos olímpicos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo