Alta performance e cultura organizacional: entenda a relação

Cada vez mais as organizações têm percebido a importância que os seus colaboradores têm para o alance de bons resultados, afinal, são as pessoas que executam os processos empresariais.

Além disso, seria ineficaz aprimorar a execução desses processos sem se preocupar com a identificação que os trabalhadores possuem com o negócio. Nesse sentido, a identificação que os colaboradores têm com a cultura organizacional pode levar a um desempenho de alta performance.

Continue com a leitura e saiba qual é a relação entre esses dois fatores.

O que é a cultura organizacional?

A cultura organizacional é a base da empresa e está relacionada com a visão e a experiência dos seus fundadores, sendo replicada para o restante de seus colaboradores. Ela é desenvolvida no ambiente interno, mas só se consolida a partir do momento em que existe a identificação com os valores, as práticas, os hábitos e os símbolos organizacionais.

Quando ela está consolidada e bem definida, passa a servir como base para identificar talentos no processo de recrutamento e para manter o engajamento dos colaboradores com os objetivos da empresa.

E por estar diretamente ligada com as pessoas, a área de recursos humanos tem um papel fundamental. É ela que vai atuar para transmitir e facilitar a compreensão dessa cultura — até então estabelecida em um papel. É o RH, também, que vai fazer com que a cultura seja vivida e percebida na prática.

Para que isso aconteça, é necessário comunicação, campanhas e, principalmente, coerência nas ações dos líderes, que serão os multiplicadores e a referência do que a empresa acredita e busca.

Como ela se relaciona com alta performance?

Normalmente, a rotina mais comum na maioria das empresas é resolver uma emergência ou outra questão que não havia sido planejada previamente. Ou seja, o esforço é pontual, e as atividades são organizadas de forma a atender uma questão, especificamente.

Já na cultura organizacional de alta performance, o desempenho já é planejado juntamente com as estratégias e os planos de ação, de forma que as pessoas têm uma previsibilidade do que precisa ser feito. As vantagens desse processo são:

  • rotinas mais constantes;

  • mais previsibilidade;

  • redução dos níveis de estresse;

  • e resultados cada vez mais aprimorados.

Essa cultura de alta performance se baseia na tríade de valores, liderança e estratégia.

Os valores

Os valores são bem definidos e replicados, de forma que se alcança o comprometimento dos colaboradores em relação aos objetivos.

A liderança

Como dissemos anteriormente, os líderes representam a referência na prática da cultura organizacional. Portanto, são eles que transmitem os valores e ajudam a equipe a assimilá-los e a colocá-los em prática. Para isso, ele deve criar um ambiente favorável e disponibilizar os recursos necessários.

A estratégia

Já a estratégia tem a ver com as ações que serão adotadas para que os objetivos traçados sejam alcançados. Para garantir a alta performance, essas estratégias devem estar alinhadas com a cultura organizacional e devem ser repassadas aos colaboradores — em diversos níveis — de forma clara e objetiva.

Como alcançar a cultura de alta performance?

Primeiramente, em muitos casos, é preciso ter ciência de que, para alcançar a cultura organizacional de alta performance, é necessário realizar interversões na cultura atual e fazer com que as ações dos líderes sejam coerentes com os novos fatos. Isso ajuda a evitar que a mensagem recebida pelos colaboradores seja contraditória, gerando confusão e falta de engajamento.

Aqui, o foco é enxergar o capital humano como parte fundamental, visto que a cultura só se estabelece quando é absorvida e aplicada na prática pelas pessoas. Portanto, essa cultura só vai se modificar quando as pessoas compreenderem e incorporarem os novos valores em suas rotinas. Logo, além de conseguir fazer com que os líderes sejam multiplicadores, é preciso garantir uma comunicação assertiva e redefinir algumas políticas.

Nesse sentido, a área de recursos humanos precisa assumir um papel estratégico, compreendendo as políticas e criando soluções que facilitem o desenvolvimento e a absorção da cultura na prática.

Quais são os pontos que devem ser observados?

Como citamos, algumas transformações e medidas devem ser tomadas para que a empresa consiga estabelecer uma cultura de alta performance. Dentre elas, podemos destacar:

Recrutamento

O início de tudo se dá no processo de recrutamento. Para que seja possível construir uma equipe sólida e adequada à nova cultura da empresa, é preciso contratar os talentos certos. Ou seja, ao mesmo tempo que a nova cultura ajuda a determinar quais são os candidatos ideais, esses talentos vão reforçar a cultura por meio dos seus valores.

Comunicação

A transmissão de informações entre o RH, os líderes e os colaboradores é fundamental, afinal, o RH precisa compreender a nova cultura para auxiliar os líderes e os seus subordinados no processo de compreensão das ideias.

Definição de objetivos

Conseguir fazer com que os colaboradores conheçam os objetivos e estejam engajados com eles torna o processo mais fácil, visto que, dessa forma, eles tendem a estar mais motivados a colocar o planejamento em prática.

Logo, ao definir as metas e as ações necessárias, é preciso repassar aos funcionários e ressaltar como a nova cultura organizacional vai auxiliar na melhoria da rotina e dos resultados alcançados.

Modelos de reconhecimento

Não basta, contudo, informar e conscientizar a equipe sobre a importância das mudanças. Para fazer com que as políticas sejam realmente incorporadas, é preciso desenvolver modelos de reconhecimento pelo mérito do esforço. Isso vale para planos de carreiras, sistemas de incentivo e bonificação, entre outros métodos.

Desenvolvimento de competências

Ao mesmo tempo em que se reforça a importância da compreensão e da adaptação aos novos valores, é preciso fornecer meios para que os colaboradores se capacitem e consigam atender às expectativas.

Sendo assim, para se conseguir uma cultura de alta performance, é preciso investir em treinamentos, qualificação e capacitação. Isso ajuda a aprimorar o talento de cada um, o que auxilia na melhora do desempenho, tanto individual quanto coletivo.

Para implementar uma cultura organizacional de alta performance, é necessário engajamento tanto da gestão, quanto dos colaboradores. É um processo de mudança que precisa ser bem estruturado e contar com uma comunicação clara, objetiva e fluida, visando garantir que cada parte compreenda os objetivos e consiga incorporar os valores à rotina e à execução dos processos.

O que você achou deste artigo? Ficou claro como a cultura organizacional está relacionada com a alta performance nos resultados? Compartilhe as suas opiniões sobre esse assunto. Deixe um comentário e participe da conversa!

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo