Como ter uma equipe verdadeiramente engajada?

engamento

Atualmente, uma das grandes demandas das empresas, independentemente do tamanho ou segmento, é conseguir manter a equipe engajada. Alguns gestores acreditam que um bom salário e um plano de carreira sejam componentes suficientes para que isso aconteça. Infelizmente, aos que acreditam nisso, aviso que estão enganados.
Conseguir o engajamento do time requer mais habilidades e novas atitudes de um gestor e é isso que compartilharei com você.

Para explicar melhor este conceito, vou iniciar com o significado da palavra engajar:

É um verbo da Língua Portuguesa que se refere ao ato de participar de modo voluntário em algum trabalho ou atividade. O verbo engajar pode ser utilizado também no sentido de dedicação, ou seja, fazer algo com afinco e vontade.

O conceito é explicado de uma forma um pouco diferente, porém, com o mesmo cerne no livro ‘A quinta disciplina’, do autor Peter Senge, que expressa a chave para o engajamento por meio de uma frase: “as pessoas apoiam o mundo que ELAS ajudam a construir”.
O que ele quis dizer com esta frase? Quando as pessoas participam verdadeiramente de algo, elas entendem que fizeram parte daquilo e que aquilo agora também é parte dela. Assim, as chances delas aceitarem, se dedicarem e, se necessário, defenderem e lutarem por algo que elas ajudaram a construir é muito maior.
Isso parece bem simples, não é mesmo? Na prática, é um dos grandes desafios para muitos líderes. Percebo que muitos não possuem habilidades suficientes para conseguirem fazer com que as pessoas realmente participem e se dediquem com afinco e vontade.

Se quer o seu time verdadeiramente engajado, você deve desenvolver ao máximo suas habilidades, fazendo com que seu time participe, desenvolva o pensamento em equipe e melhore a comunicação coletiva, a fim de superar a soma dos talentos individuais. Com isso, todos aprenderão a expandir as capacidades pessoais e a criar um ambiente empresarial que estimule todos os participantes a alcançarem as metas.

Se você quer saber como engajar verdadeiramente o seu time, confira as 6 dicas práticas de como se ajudar e ajudar o seu time a atingir e quem sabe superar metas.

Conseguir engajar verdadeiramente o seu time nas atividades e nas responsabilidades, fazendo disso um diferencial competitivo, não tem sido uma tarefa fácil para muitos gestores. Salários e benefícios não têm sido mais suficientes.
Se você quer saber como fazer isso, confira algumas dicas que podem fazer toda a diferença:

Dica número 1: Faça com que seu time participe da solução dos problemas
Lembro a frase de Peter Senge: “as pessoas apoiam o mundo que elas ajudam a construir”. Quando temos um desafio a ser superado ou uma meta a ser atingida, temos o hábito de pensarmos sozinhos em uma solução e depois chamar o time para apresentar essa “NOSSA” solução com o intuito de que todo o time compre essa ideia e se engaje.
Isso dificilmente vai acontecer, pois muitos podem nem acreditar nessa solução ou simplesmente se tornarem resistentes por acharem que aquilo foi imposto e, muitas vezes, imposto por uma pessoa que não tem competência ou vivência para resolver o problema sozinho.
A solução é envolver o seu time. Trazer o problema, desafio ou meta, explicando a importância de se resolver ou atingir aquele resultado e solicitar sugestões de como superá-lo. Você deve fazer isso de forma positiva, aceitando todas as opiniões e, ao final, tentar construir a “melhor” solução ou aparentemente aquela que parece ser a melhor no momento.
Mesmo que a ideia de um ou outro do grupo não seja implantada, o fato de permitir a participação da equipe proporcionará uma experiência positiva e satisfatória.

Dica número 2: Planeje o que deve ser feito, quando, como, onde, por que e quem irá realizar
Depois de escolher a melhor estratégia de ação, faça um planejamento rápido das ações que deverão ser tomadas. Especifique quando devem ser iniciadas e finalizadas, como deve ser feita cada ação, inclusive, discutindo detalhes. Defina também onde, mencionando locais e áreas, e o porquê, reforçando a importância de cada ação para o todo e a pessoa responsável.

Dica número 3: Faça as pessoas se comprometerem umas com as outras
Explique que o sucesso do time vem do esforço coletivo, assim como da colaboração de uns com os outros. Reforce que, acima de tudo, o compromisso assumido ali com o grupo precisa de dedicação e de afinco. Lembro também da frase do filme brasileiro ‘Tropa de Elite’: “missão dada é missão cumprida”.

Dica número 4: Defina uma data para relatar os resultados
Um fator primordial é definir uma data para relatar os resultados. Isso pode ser feito por meio de uma reunião presencial ou à distância. O importante é que seja definido exatamente qual é o resultado que cada um terá que atingir em um determinado período, que todos saibam a data e o local onde deverão estar presentes para compartilhar em grupo os resultados obtidos até aquele momento. Claro que os prazos de uma reunião para outra podem variar por inúmeros motivos. O importante é que esses prazos, em geral, não ultrapassem 30 dias, para que as coisas não dispersem e entrem em esquecimento.

Dica número 5: Incentive e encoraje o grupo a atingir os objetivos
Uma vez definida as ações e as participações, reforce que aquilo é uma construção do time e que se todos derem o seu melhor, o resultado virá – enfatize não ter dúvidas do resultado positivo. Coloque-se a disposição para apoiá-los no que for necessário e incentive-os para que eles possam se motivar e se ajudar constantemente, afinal, o time só ganhará se todos ganharem.

Dica número 6: Reconheça o esforço de cada um e não somente os resultados
Muitas vezes, focamos somente nos resultados. E quando os resultados não acontecem, culpamos as pessoas e dizemos que o time não esteve engajado ou comprometido. Isso pode não refletir a verdade.
O resultado final pode ter interferências internas e externas. Em alguns casos, o time pode estar 100% engajado e, mesmo assim, a meta não ser atingida. Reconheça o engajamento e parabenize o time, pois o resultado pode ser positivo ou negativo, mas o engajamento deve estar sempre presente.

Se você quer saber como melhorar seus resultados e da sua empresa, sabendo como fazer muito Mais, Melhor, Mais Rápido e com Menos, clique aqui para que a nossa equipe de consultores possa entrar em contato contigo e explicar detalhadamente nosso programa de desenvolvimento de líderes de alta performance.

Veja abaixo o que um dos participantes do nosso programa de Alta Performance Executiva disse sobre a sua experiência:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo