Motivação no ambiente de trabalho: afinal, o que importa?

Motivação é uma força que direciona as pessoas rumo aos seus objetivos. Pode ser a vontade de realizar algo, o desejo de conquistar algo ou alguém ou o sentimento de pertencimento a determinado grupo, por exemplo. No ambiente de trabalho, ela pode ser percebida pelo envolvimento das pessoas, pela produtividade e pelo empenho em realizar projetos e atividades. Mas o que influencia a motivação no ambiente de trabalho?

Responder a essa pergunta é um dos grandes desafios do universo corporativo. Enquanto alguns profissionais se dão por satisfeitos com um bom salário e um horário a cumprir, outros querem mais. E quando conquistam o que queriam, mudam seus desejos e passam a querer ainda mais.

Neste post você vai entender como funcionam os mecanismos da motivação e como atuar para manter sua equipe sempre estimulada. Vamos lá?

A Pirâmide de Maslow e a motivação no ambiente de trabalho

Abraham Maslow foi um psicólogo americano que contribuiu consideravelmente para que entendêssemos mais a respeito das necessidades dos seres humanos. Seu maior legado para a humanidade foi a chamada Hierarquia de Maslow ou Pirâmide de Maslow, a qual classifica 5 níveis de necessidades para todos nós:

  • Necessidades fisiológicas: alimento, sono, respiração.

  • Necessidades de segurança: estabilidade no emprego, segurança física e social, saúde, disponibilidade de recursos.

  • Necessidades sociais: relacionamentos, amizade, interações sociais.

  • Necessidades de estima: confiança, autoestima, respeito.

  • Necessidades de realização pessoal: aceitação, pertencimento, valorização.

Conforme o indivíduo tem um nível satisfeito, ele busca satisfazer o próximo, e assim sucessivamente até que se sinta pleno, com as necessidades de realização pessoal preenchidas. No ambiente de trabalho, vemos esses níveis refletidos em alguns cargos e funções, o que pode ser um indício de como a motivação acontece.

Por exemplo: se você acaba de contratar um funcionário com pouco estudo e com as necessidades básicas ainda não preenchidas totalmente, oferecendo um salário justo, que proporcione alimento, água, energia e outros insumos básicos, ele se sentirá motivado.

Após algum tempo, ele quererá satisfazer o segundo nível de necessidades, isto é, ter estabilidade no emprego, um plano de saúde e mais recursos para alcançar novos níveis sociais. Durante esse processo de transição, ele pode se sentir desmotivado com suas funções, pois já não vê como uma coisa boa permanecer onde está.

O mesmo acontece para todos os níveis, o que muitas vezes dá a impressão de que os funcionários nunca estão satisfeitos. De um certo ponto de vista, isso é verdade. Por isso, você deve desenvolver estratégias de motivação no ambiente de trabalho que atendam a essas expectativas em cada nível, sempre buscando direcionar seus funcionários para um aprimoramento contínuo.

Como motivar as pessoas no ambiente de trabalho

A primeira motivação de qualquer profissional é um salário justo, compatível com o mercado. Em seguida, são os benefícios que qualquer empresa está acostumada a conceder, como vale transporte, vale refeição, férias, pagamento de horas extras, entre outros. Mas esse pacote, que podemos chamar de remuneração, não basta para manter um funcionário motivado, não é mesmo? Então você tem que lançar mão de algumas estratégias, como essas:

Coloque a pessoa certa no lugar certo

Uma pessoa que precise muito de um emprego pode aceitar qualquer colocação, mas ao longo do tempo, começa a ficar desmotivada. Entretanto, quando uma pessoa trabalha fazendo aquilo que gosta, ela se sente mais motivada para realizar suas atividades. Alguns desafios podem até surgir no caminho, mas esse profissional se sentirá capaz de superá-los e desempenhar um bom papel.

Reconheça

Nada melhor para manter a motivação no ambiente de trabalho do que elogiar as pessoas por suas conquistas, por um trabalho bem feito, por uma data especial. Se você pretende deixar seus funcionários motivados, esteja sempre atento a esses momentos. A entrega de um projeto pode ser motivo de comemoração, assim como a finalização de um treinamento.

Treine

E por falar em treinamento, ter pessoas qualificadas também impacta na motivação. Para um profissional, saber que a empresa está investindo em sua carreira é fundamental para manter o engajamento e o comprometimento. Sendo assim, invista na qualificação dos seus funcionários, ofereça treinamentos, auxílio para a continuidade dos estudos ou uma folga extra para a realização de um curso particular.

Desenvolva planos de carreira

Todo mundo deseja evoluir como pessoa e como profissional, portanto, dê oportunidades de crescimento dentro da sua empresa. Desenvolva um plano de carreira para cada função, indicando o que é preciso para alcançar novos patamares. Esse desafio será visto com bons olhos por todos que queiram crescer na empresa e se tornará um fator motivador para essas pessoas.

Fortaleça a comunicação

Na hierarquia de Maslow, o sentimento de pertencimento é uma das necessidades do ser humano, e podemos perceber isso muito facilmente quando os grupos se estabelecem. Dentro de uma empresa, o funcionário quer se sentir parte dela, participar das decisões e ser comunicado sobre o que acontece. Caso isso não ocorra, ele se sente excluído e, consequentemente, desmotivado. Para contornar essa situação, fortaleça a comunicação interna, abra canais de comunicação, dê e receba feedbacks.

Seja a liderança que as pessoas esperam

Motivação é algo contagiante. Quando as pessoas estão em contato com pessoas otimistas, que buscam soluções ao invés de problemas, elas passam a agir da mesma forma. Se você quer gerar motivação no ambiente de trabalho, seja um líder que inspira as pessoas. Delegue atividades, encoraje as pessoas, empodere seus funcionários para que eles tracem seus próprios caminhos. Mas esteja sempre disponível para ouvir, orientar e trabalhar em conjunto — afinal, o grande líder está sempre à frente de seus liderados.

A motivação no ambiente de trabalho sempre passa por ciclos, por isso, é importante que você identifique os mecanismos que motivam cada pessoa e crie estratégias que mantenham esse ciclo sempre em movimento. Quando sua equipe começar a demonstrar sinais de motivação, é hora de pensar em como reativar a confiança, a credibilidade, o ânimo para seguir adiante.

Para continuar melhorando a motivação na sua empresa, você também pode se manter atualizado em relação ao tema, pois novas ideias surgem a todo momento. E como sabemos disso, temos outro post que pode te interessar: “Motivação da equipe, veja como incentivar seus colaboradores”. Aproveite e aprofunde seus conhecimentos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo